quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

DIFERENTES FORMAS DE PLANEjAMENTO


Gif de passarinhoGif de passarinhoGif de passarinho
Planejamento anual
O planejamento anual deverá ser produzido no coletivo da escola, compartilhado entre professores do ciclo de alfabetização e a coordenação pedagógica. Para tal,será necessário conhecer o que e como os professores dos anos anteriores trabalharam. Não se trata de levantar o perfil de cada aluno, mas ter uma noção a respeito dos conhecimentos que a turma avançou; saber se os objetivos planejados foram atendidos no conjunto da turma; ter consciência do que precisa ser melhorado,quais as lacunas que foram percebidas e quais conceitos não foram apropriados ou atingidos no ano anterior. Alguns registros produzidos ao final do ano devem estar
disponíveis para consulta.Nesse sentido, o trabalho ganha legitimidade quando organizado de modo coletivo e numa perspectiva colaborativa, em que cada professor interfere e contribui para a construção do planejamento para cada um dos anos do ciclo de alfabetização.
Gif de passarinhoGif de passarinhoGif de passarinho
Planejamento durante o período letivo
Os momentos de planejamentos compartilhados são extremamente importantes para o coletivo da escola e para os professores que atuam nos mesmos anos do ciclo da alfabetização, eles são importantes no sentido de darem a conhecer como as diferentes turmas estão acompanhando a proposta pedagógica elaborada pela comunidade escolar. Além disso, professores de diferentes anos poderão discutir sobre a ênfase dada a cada bloco de conteúdos, permitindo ao professor do ano seguinte reforçar o trabalho com determinados conceitos que foram insuficientemente trabalhados.
É importante que ocorra uma avaliação de como foi o período, de modo que
os professores possam projetar como será o futuro das ações pedagógicas, sempre pensando onde o aluno está e onde deveria estar no currículo. O que fazer com os alunos que ainda não estão onde deveriam estar? A resposta a essa questão também precisa ser debatida no coletivo da escola. Sabe-se que os alunos aprendem de modos diferentes e têm tempos diferentes de aprendizagem. Não basta o professor repetir as mesmas estratégias para ensinar conteúdos em que identificou lacunas.
Será necessário criar estranhamentos e novas estratégias de ensino de modo que os alunos sintam-se desafiados a avançar.
Os professores poderão perceber o desenvolvimento do aluno ao criar um ambiente favorável à comunicação e debates de ideias. Esse ambiente deverá fazer parte das aulas de alfabetização matemática, sobretudo pela forte presença da oralidade.
Pode-se dizer que, nesse planejamento, a intencionalidade do professor para trabalhar as noções pertinentes ao conhecimento matemático precisa ficar explícita, deixando claro o que os alunos sabem a respeito e se compreenderam a proposta; ativar os conhecimentos prévios úteis para a compreensão da proposta; estabelecer com eles as expectativas desejadas; possibilitar que os estudantes construam seu conhecimento, evitando antecipações desnecessárias ou situações que pouco ou nada contribuem
para o conhecimento já construído; escutar cuidadosamente os alunos, interpretando suas formas de raciocinar; fornecer sugestões adequadas; observar e avaliar o processo; possibilitar que os estudantes debatam sobre o assunto, cabendo ao professor encorajar a formação de uma comunidade de aprendizagem em sala de aula.
À medida que o professor vai ajustando seu discurso às questões apresentadas pelos alunos, ele contribuiu para que esses construam novos conhecimentos. Essa postura em nada se parece com a de transmissão ou informação de conceitos e teorias. Professor, a vida das ações docentes, se sustentam no preparar e planejar cuidadosamente as aulas semanalmente.
Gif de passarinhoGif de passarinhoGif de passarinho
Planejamento semanal
Colocar o planejamento em ação no cotidiano das aulas do ciclo da alfabetização requer que sejam elaborados planos de aulas a respeito do que será trabalhado em Matemática durante a semana, indicando os objetivos esperados para o aprendizado dos alunos. Dependendo do conteúdo que será trabalhado, é preciso pensar desde questões relativas à necessidade e possibilidade de fornecer materiais impressos em tempo adequado até sobre a organização do espaço da sala de aula: 
os alunos trabalharão individualmente? 
Em duplas? Em grupo? 
Como será a disposição das carteiras em cada situação? 
O mobiliário da escola favorece diferentes organizações? 
O espaço da sala de aula possibilita as arrumações das carteiras de modo que favoreça a interação entre os alunos e o professor? 
Os materiais de uso coletivo estão colocados ao alcance dos alunos, possibilitando a iniciativa e a autonomia para escolhas?
O planejamento semanal deve ser organizado a partir do trabalho realizado 
na semana anterior. O professor regente será, sempre, a melhor pessoa para avaliar o que precisa ser retomado e criar estratégias para que essa retomada atinja o objetivo: a aprendizagem e alfabetização dos alunos. Para atingir este objetivo mais geral, o professor deverá ter em mente objetivos específicos relativos a cada semana, em relação a um dado item do currículo ou conteúdo a ser trabalhado.

Gif de passarinhoGif de passarinhoGif de passarinho
Retirado do Caderno 1 do Pacto - Organização do Trabalho Pedagógico

0 comentários :

Postar um comentário